terça-feira, 31 de agosto de 2010

Custa-me passar a vida aqui a...

... lamentar-me mas aqui é o único sítio onde verdadeiramente o posso fazer. Porque aqui ninguém me condena nem pede explicações.
Tenho sofrido muito nos últimos tempos, só eu sei. Foi como se de um momento para o outro perde-se as asas... Perdi a capacidade de voar e de sonhar. Esperei anos e anos por reunir as condições que tenho neste momento e agora que as tenho continuo na mesma, nada mudou.
Fico com pena de mim mesma quando oiço pessoas que não têm metade da minha estabilidade a fazer projectos para o futuro. Tenho pena. Aliás tenho raiva de mim. Tanta. Por ser a fraca que sou, por não virar a mesa e seguir em frente como sempre fiz. Tenho medo de virar a mesa. Sou tão fraca...

10 comentários:

Liliana disse...

Então mas o que se passa?
Aconselho-te a definires objectivos e não te sintas fraca...tu consegues!

Beijo

Sara disse...

Muita força. Cabeça para cima.

Um enorme beijinho cheio de muito carinho

Dear Daisy disse...

Mas porque não avanças?
Não tenhas medo!
Beijinho :)

Break Silence disse...

100 segredos, tenho algo para... te dizer, procura o meu mail no meu perfil.

Beijos Silenciosos

Inês disse...

tu podes ser fraca por fora, mas por dentro es forte !
por isso ergue a cabeça e comtinua em frete =)

Myosotis disse...

Raquel compreendo exactamente o que sentes. A nossa estabilidade, o alcançar dos nossos objectivos, o nosso namorado/marido, os bens materiais... são tudo coisas que pensamos que nos farão mais felizes mas na realidade não é assim. Um vagabundo na rua poderá ser tanto ou mais feliz que nós as duas. A felicidade vem de dentro e, na sua forma mais pura, sente-se sem qualquer motivo exterior aparente. Já dizia alguém: "A verdadeira felicidade é sermos felizes sem motivo". E eu acredito verdadeiramente nisto como sinto-me exactamente como tu. Só estando bem connosco mesmas, só encontrando o nosso equilíbrio interior é que seremos realmente felizes. Espero que a encontres o quanto antes. Eu estou a procurá-la também. Está dentro de nós, lá no fundinho.

**Beijinhos**

friendshiptoalways disse...

o medo faz parte , eu mesma o sinto imensas vezes , mas dúvidas ? dúvidas não podem existir e muito menos podes ter dúvidas daquilo que és capaz de fazer. força *

Docinho de Algodão *.* disse...

Tudo o que se quer conseguesse, e se queres muito ser feliz, eu acredito que consigas, por isso não baixes os braços. Deixa a fraquesa de lado e força (. *

Marta disse...

Ola, vi o teu blog, e nao pode deixar de comentar este texto.
Eiii, se achas que es fraca e nao gostas, entao torna-te forte.
Muda de pagina, "vira a mesa", chora, ri, sai, diverte-te.
Com uma condiçao, tornarnos-nos mais fortes :)
Beijinhos e (muita) força!

J disse...

Eu também me vou abaixo tantas vezes.
Este texto inspirou-me a falar na insegurança que me seguia ultimamente. Passa no meu blog e lê o último post!

Beijinhos :)