quinta-feira, 22 de abril de 2010

De repente...

... dou por mim a estagnar.
Antes queria tirar a carta, lutei por isso e tirei. Sim porque a mim ninguém me deu nada de mão beijada, trabalhei sempre para o que quis ter. Depois quis um carro, lutei por isso e comprei. Depois acabei o curso e depois quis um emprego. Lutei e arranjei. Depois não gostei, lutei por outro e consegui. Mais tarde o meu primeiro carro começou a dar "sinais de cansaço", arrisquei e comprei o que sempre quis. Deixei de poder comprar tudo o que queria mas tinha mais um sonho concretizado. Lutei, trabalhei e esforcei-me para ficar no meu emprego actual e consegui. Sujeitei-me aos recibos verdes e a todos os encargos que isso acarreta para ter o que tenho hoje mas consegui.
Sempre, SEMPRE, tive metas. Sempre tive sonhos. Sempre tive em determinado momento uma coisa pela qual lutar sem me cansar. E gosto disso na minha vida. Gosto de abdicar de alguns pequenos luxos por um luxo maior. Gosto da sensação plena de vitória. Detesto a monotonia da vida vazia.
Dou por mim a estagnar... De quem é a culpa? É minha, por estar a ir contra mim mesma e não fazer nada para mudar isso. Se aguentarei? (....)

2 comentários:

Liliana disse...

Gostava de saber o teu segredo por lutares opor um emprego melhor e conseguires...é que eu já luto há tanto tempo e não consigo...!

Anónimo disse...

http://www.ajuda-andre.pt.vu/
por favor visitem e ajudem a passar palavra
obrigada