sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

O almoço...

... correu bem. Com o pai veio o tio e fui a princesa do almoço.
Ultimamente tem-me feito falta este tratamento de princesa, de mulher, tenho sempre que mostrar independência, tenho sempre que mostrar que me desenrasco, tenho sempre que mostrar que sou capaz de fazer tudo.
Gosto de ser independente, gosto de conseguir fazer tudo sozinha mas gosto tanto que me mimem, que me puxem a cadeira para eu me sentar, que me levem debaixo do chapéu até à porta do carro para não me molhar 1 milimetro, que me olhem com orgulho, que me mimem com gestos.
Gostei. AMEI. Obrigada pai. Não sei se sabes que és um HOMEM com letras muito, mas mesmo muito, grandes.
Um dia ainda vou ser capaz de te escrever um poema como os que já me escreveste e ainda vou ser capaz de te mostrar que sou como tu, sou toda eu alma, sou toda eu sonho. Sem sonhos eu não sou eu. Havemos de ter tempo para isso tudo, aqui, ali ou onde for.

2 comentários:

Saltos Altos Vermelhos disse...

:) isso é amor!

Xaninha disse...

que ternura!! :)
tb tenho um orgulho imenso no meu papá! :)

beijinho grd*