sábado, 3 de outubro de 2009

Auto-estima em baixa

Depois de no inicio de 2008 ter perdido 12 kilos acompanhada por uma nutricionista e ter aumentado muito a minha auto-estima, que sempre foi bastante fraquinha, eis que volto a andar na corda bamba.
Sempre fui bastante descrente comigo mesma, nunca me achei bonita, sempre me achei gorda (apesar de nunca ter sido muito), sempre me achei baixa, etc, etc, etc... Quando decidi fazer alguma coisa para me sentir melhor com o meu corpo foi como se tivesse injectado em mim própria 1 litro de confiança que se multiplicou por 1000. Comecei a vestir as roupas que sempre gostei, porque vaidosa sempre fui, e comecei a gostar muito mais do que via no espelho.
Depois da dieta engordei 2 kilinhos mas mesmo assim estava perfeita, vestia o 36, comprava S's e M's. Este Verão, nas férias, engordei 2 kilos, fiquei com mais 4 do que tinha quando fiz aquele esforço todo. Não contente, continuei a cometer erros que o meu metabolismo lento não me permite e engordei mais 2, ou seja, tenho mais 6 do que devia (e mais 6 do que queria).
Obviamente o 36 já não me serve, só tenho 1 par de calças que entra e muito mal, o S já fica meio justo e o M também já marca as banhocas. Olho-me ao espelho e não gosto de me ver com nada do que ainda me serve e olho para as coisas que não me servem com bastante tristeza. Como sou um bocado vaidosa e cuido bastante de mim ando outra vez com a auto-estima lá abaixo e abaixo e abaixo....
Posto isto há que tomar uma decisão, Terça-Feira vou marcar novamente uma consulta com a Gisela e começar a tratar do meu sorriso novamente. Queria começar logo no dia 12, vamos ver se consigo ir ainda na Sexta-Feira antes, ou então mesmo no dia 12. Depois vão ter que me aturar aqui com as neuras, as vontades contidas de comer chocolate, o cansaço das comidinhas e (também) com a felicidade quando voltar a caber nas minhas roupinhas queridas.
Levo isto na brincadeira porque rir é o melhor remédio mas o que é facto é que não me sentir bem quando me olho ao espelho afecta a minha estabilidade emocional a todos os níveis. As mulheres são mesmo um bicho estranho!

6 comentários:

Agridoce disse...

Força :)

Mona Lisa disse...

O peso é uma coisa importante para muita gente, e para nós mulheres costuma ser ainda mais importante.É algo que sem dúvida contribui para o nosso bem-estar e mais importante ainda, para a nossa saúde. No entanto, às vezes temos que parar e pensar sobre uma série de questões como por exemplo: Qual é a importância real que atribuímos aó número que a balança marca? Se temos um determinado objectivo, então o que nos leva a perder o controlo com a alimentação? Se comemos mais do que aquilo que deviamos...comemos porquê? Temos fome de quê?

Porque perder peso, toda a gente consegue perder. O difícil é manter, e para conseguir manter é preciso uma pessoa estar bem consigo mesma..por dentro. O problema surge quando alguém que tem outro tipo de necessidades procura resolvê-las através da comida.

Mas uma coisa muito positiva é que queres voltar a sentir-te bem por isso faz o que for preciso:) Boa sorte!

DoceSussurro disse...

Olá
Vim cá espreitar te e este teu post diz me muito!
Metabolismo lento?! Junta te ao club...
Como eu te compreendo!
Coragem!
Deixo te um sorriso

Beijinho*

Anjo De Cor disse...

pois, é verdade nós mulheres damos muito importância ao nosso aspecto, peso, altura, roupa, ...
Bjs*

Dina disse...

Graças a minha perda de peso, nunca tive tanta auto-estima, por isso imagino como te deves sentir. Boa sorte para a dieta que aí vem, depois é tentar não cometer os mesmos erros :)bjinhos

Terapias Pra Neura disse...

Para as neuras estou cá eu..
CORAGEMMM
Bj