terça-feira, 29 de setembro de 2009

Para esquecer...

Ontém foi um dia para esquecer, daqueles que sem dificuldade nenhuma bania do calendário. Há meses que não chorava tanto num só dia, aliás acho que não chorava tanto há mais de 1 ano ou 2. Quando fui dormir sentia os olhos inchados por dentro, a cabeça a latejar,..., e, ao mesmo tempo, uma angustia sem fim e um medo terrivel de ter tomado a decisão errada. Fiquei com um nó na garganta que tinha ainda hoje ao acordar e que ainda mantenho até agora. O medo de que aquilo que eu decidi me venha a mostrar que afinal nunca te tive quando jurava que te tinha consquistado para a vida toda.
Luto a cada minuto contra mim só para te tentar mostrar o caminho...

1 comentário:

Andreia disse...

estive assim fez duas semanas, dois dias inteiros a chorar por causa do meu namorado e das duvidas existenciais dele...
Mas sabes uma coisa a dor um dia passa a "raiva" e a "raiva" ajuda nos a superar melhor muita coisa.
beijinhos