quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Carta III

Sinto-me tão frágil sem ti, tão sozinha. Parece que a minha vida já não faz sentido sem te saber por perto.

Sei que deves estar exausto, mas não me dizes, estás sempre cheio de força de vontade... Queres continuar, queres cumprir o teu objectivo. Fico feliz por seres assim, por traçares metas e as tentares cumprir custe o que custar. Eu sou tão mais fraca nessas coisas...

Pensei que tivesse mais coisas para te dizer nestas cartas que decidi escrever-te mas faltam-me completamente as palavras. São as saudades, amor, são as saudades,...

Longe ou perto estou sempre contigo dentro do coração.

Até amanhã...

2 comentários:

Olhos Dourados disse...

Love, love, love!

Лαяiα ツ disse...

As tuas cartas são smp tão cheias de amor e carinho, dá gosto ler!!

***