segunda-feira, 29 de junho de 2009

Talvez...


... esteja mais uma vez a errar. Não sei.

Nunca consigo perceber o que é certo sem hesitar vezes sem conta. Sou insegura.

Tens feito parte de cada minuto do meu dia, tens sido responsável por quase todos os meus sorrisos.

O meu telemóvel passou de objecto "quase esquecido" para objecto "quase imprescindível", e ando na rua a rir-me sozinha e deixei de sentir aquela solidão sem fim e fazes-me tão bem e ....

Mas valerá a pena? O medo de errar, o medo de voltar a cair amarra-me ao chão...

Queria ter calma, queria que fosse gradual, mas não é... É forte, é rápido e tomou conta de mim num instante...

E agora? O que faço eu com isto?

9 comentários:

Incapaz disse...

Só esse olho lindo sabe, né?

Raquel disse...

Mas o olho lindo não consegue chegar a conclusão nenhuma....


AIIIIIIIIIIIIIIIIII (apetece-me gritar!)

Hyndra disse...

Faz o que te apetecer. E se pensares um pouco deves saber o que te apetece...nós sabemos sempre...é preciso é nao ter medo!

Belita disse...

E que tal atirares-te de cabeça e esquecer o depois!?
Aproveita o momento!

Beijinhos

Raquel disse...

Hyndra: Nem sempre o que nos apetece fazer é aquilo que devemos/podemos fazer, não é?

Eu sou mesmo uma gaja complicada! :)

Raquel disse...

Belita: Pois... Carpe diem. :)

Dina disse...

vive o momento a 100%. retrair-te não vale de nada e pode fazer com que a felicidade não seja total. Aproveita e sê feliz enquanto durar. O medo de cair não te pode impedir de seguir em frente. Bjinhos :)

Myosotis disse...

De alguma forma revejo-me nas tuas palavras... para mim o melhor nestas situações é mesmo deixar rolar... mas só tu tens a resposta dentro de ti :)

**Beijinhos**

coisas minhas disse...

aproveita e disfruta